4 truques para quem quer deixar de ser tímido


Image title

Todos nós nos sentimos envergonhados de vez em quando, pelos mais diversos motivos, mas para algumas pessoas essa sensação permanece por mais tempo do que elas gostariam. Indivíduos tímidos geralmente não curtem grandes aglomerados de pessoas, assim como não gostam muito de falar em público e podem sentir dificuldade na hora de conhecer gente nova.

Não há problema em não gostar de grandes festas, por exemplo. A questão é que muitos tímidos acreditam que a timidez acaba os freando em diversos aspectos – na hora de começar um trabalho novo, de conversar com o crush ou de apresentar um projeto na faculdade, por exemplo.

Essas pessoas geralmente se sentem criticadas com mais frequência, justamente por se embolarem em termos de traquejo social e também por se criticarem demais. Elas temem ser ridicularizadas e acabam evitando situações de risco, o que é uma pena. Se você se identifica como uma pessoa tímida e se gostaria de mudar essa situação, confira as dicas a seguir, que são capazes de fazer sua timidez não se manifestar assim com tanta frequência:

1 – Veja as situações de um jeito diferente

Pessoas tímidas não são necessariamente introvertidas. O introvertido é aquela pessoa mais reservada mesmo; o tímido, por sua vez, tem uma grande tendência de superestimar as possibilidades negativas – por isso ele tem receio de interações sociais, por ser ansioso e por acreditar que tudo pode dar errado e que ele vai ser julgado pelos demais.

Essa sensação de ansiedade pode ser reduzida com a prática de um exercício simples: antes de uma festa ou de um evento social que geralmente abre as portas para toda essa ansiedade, o ideal é pensar nas coisas que poderiam dar muito certo e transformar a coisa toda em um grande sucesso. Ter em mente que se é uma pessoa corajosa por ter a força de encarar algo que geralmente causa medo é também uma boa forma de se sentir melhor e no controle.

2 – Demonstre curiosidade sobre as outras pessoas

Uma forma realmente eficiente de fazer amigos é se mostrar genuinamente curioso sobre as histórias das outras pessoas. A lógica é bem simples: pessoas que não se interessam pelas outras não devem ser muito interessantes e costumam apresentar grandes dificuldades em termos de vida profissional, afetiva e social.

Então, quando estiver interagindo com os outros, tire o foco de si mesmo e busque conhecer mais sobre as outras pessoas – quem são e por que estão ali? Quais são seus maiores interesses e hobbies? Lembre-se sempre de que todo mundo tem uma história legal para contar e que as pessoas amam falar sobre si mesmas, então é só você dar o primeiro passo e fazer perguntas.

3 – Descubra qual é o seu papel

Muitas pessoas tímidas são profissionais altamente bem-sucedidos, sabia? Médicos, advogados, empresários, professores, artistas... São pessoas confiantes quando o assunto tem a ver com o âmbito profissional, mas, quando precisam sair dessa esfera, se sentem altamente inseguras.

Isso nos mostra que ter um papel é algo que nos dá um senso de valor e de propósito, por isso um bom exercício para quem é tímido é, na tentativa de enxergar as situações ameaçadoras por outra perspectiva, dar a si mesmo o papel de, por exemplo, ser um bom anfitrião e conversar com diversas pessoas. Acredite você ou não, isso faz a diferença.

4 – Seja mais maleável com seus diálogos internos

O tímido é geralmente alguém que critica a si mesmo sem piedade, dizendo para si algumas coisas que jamais teria coragem de falar para outras pessoas. O problema é que essa autocrítica extrema nos faz acreditar que os outros estarão nos julgando da mesma maneira, o que prejudica profundamente a nossa autoestima.

Como mudar a situação? O melhor jeito é começar a pensar bem sobre si mesmo, ainda que isso pareça estranho em um primeiro momento. Treinar sua voz interna para que ela veja suas qualidades e conquistas é uma forma eficiente de melhorar sua autoestima e de diminuir as críticas excessivas – e muitas vezes infundadas.

Quando sua voz interna disser que nunca ninguém vai gostar de você, por exemplo, lembre-se das pessoas que realmente estão ao seu lado: de parentes e amigos até você mesmo. Seja mais gentil consigo mesmo – dessa forma, as situações sociais começarão, aos poucos, a ser mais aceitáveis e, inclusive, agradáveis. Você não é uma pessoa horrível que mereça ser castigada.

Todo evento social é uma forma de você treinar suas habilidades sociais; então, quanto mais você aceitar se colocar em situações desse tipo, mais confortável vai se sentir conforme o tempo for passando. Agora, se você já tentou mudar e percebeu que sua timidez é mais grave, não pense duas vezes antes de procurar ajuda psicológica – não há absolutamente nada de errado com isso.

Fonte: Megacurioso